Grand Theft Auto (PC)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009 Postado por Tristan.ccm

Gênero: Ação/Aventura


Fabricante: DMA Studios (atual Rockstar)


Lançamento: 1997


Jogadores: 1 player





Se GTA San Andreas não tivesse existido, talvez o PS2 não tivesse feito o sucesso que fez. Porém, o que poucas pessoas sabem é que o game símbolo da "vida loka" não nasceu no console da Sony: ela nasceu nos PCs, com esse jogo que se tornou um dos mais polêmicos games já lançados na história.

O enredo do jogo é ao mesmo tempo bem simples e chocante para os padrões da época de seu lançamento: você é um ladrão de carros que pretende ser o maior bandido da cidade. Para isso, deve cumprir certas missões para vários criminosos da cidade, coisas simples como explodir um prédio com um caminhão-tanque ou ajudar um assaltante a fugir da polícia. O jogo causou polêmica pois tudo o que é errado dá pontos nesse jogo: roubar carros, atropelar pessoas, matar policiais, tudo isso premia o jogador, a ponto do governo brasileiro da época pensar em banir o jogo assim como foi feito com Carmaggedom (outro jogo da época, igualmente violento).

A visão do jogo é do alto, como se a câmera estivesse num helicóptero. Isso dá ao jogo um visual especial, principalmente durante as perseguições policiais (a ponto delas ficarem parecidas com as que geralmente se vê em programas como Vídeos Incríveis). Porém, as pessoas parecem manequins de loja ambulantes (seu personagem incluído). Os carros, cópias de modelos da vida real (tem até fusca!), são bem desenhados e seu desempenho varia com o modelo (um esportivo corre bem mais que um de carga), assim como a resistência (é bem mais fácil explodir uma moto do que um onibus). Como já foi dito cada delito te dá uma certa pontuação, porém após alguns deles os garotinhos de azul vem no seu encalço (um medidor no topo da tela mede seu nível de "procurado vivo ou morto" pelos tiras). As músicas só aparecem quando você estiver dirigindo (na época não devia existir walkman nem iPod), e os efeitos sonoros são muito bem feitos, a ponto dos pedestres gritarem de terror ao te ver atirando ou do motorista do carro que você acertou buzinar e te xingar. Um detalhe: só os policiais falam, mas eles só sabem dizer "freeze!" (parado!).

O jogo, porém, não está livre de defeitos: é um pouco pesado, ao contrário do atual não tem mapa (você é guiado por uma setinha, como num GPS, mas ela é burra e muitas vezes aponta para o mar ou para um prédio, deixando o trabalho de chegar ao ponto indicado na sua mão) e não tem como refazer uma missão em caso de falha. Embora isso não leve ao Game Over, é frustrante quando você ve a frase Mission Failed na tela.

Ele deu origem ao game que muitos veem como o melhor da geração anterior à atual (embora eu ache Need for Speed: Most Wanted muito melhor que GTA San Andreas). Porém, muitos o acusaram (e ainda acusam) de ser uma apologia ao crime e à violência. De um modo ou de outro, GTA marcou época como um dos mais polêmicos e divertidos jogos da história. E viva la Vida Loka!



NOTA FINAL: 8,5
É LEGAL CONHECER O JOGO QUE DEU ORIGEM AO GAME SÍMBOLO DO PS2. SE VOCÊ AMA ANDAR POR SAN ANDREAS VAI GOSTAR MUITO, E SE VOCÊ TORCE O NARIZ PODERÁ SE SURPREENDER.


Plataforma:


Comente com o Facebook: