Ducktales (NES)

sábado, 1 de fevereiro de 2014 Postado por Tristan.ccm

 
Gênero: Ação / Plataforma


Fabricante: Capcom


Lançamento: 1989


Jogadores: 1 player
Aí vem o furacão
Tem emoção
Tem corrida e avião
Tem sensação

Velhos castelos, belos duelos
Ducktales, u-hu
São os caçadores de aventuras...

Quem teve uma boa infância geralmente ficava vidrado na telinha do SBT para ver esse desenho, e geralmente cantava essa música aí junto com a abertura! Não tinha como não se apaixonar pelas aventuras do Tio Patinhas e seus sobrinhos-netos, acompanhados do piloto trapalhão Capitão Bóing, entre outros. Foi um dos desenhos mais legais da minha infância.

E o mais bacana é que existia uma trindade abençoada na década de 1980: Disney, Capcom e plataformas! Tava na cara que um dos melhores desenhos da Disney estava destinado a parar no Nintendinho pelas mãos da Capcom, e assim foi feito! Ducktales foi um dos maiores sucessos da parceria entre a casa do Mickey e a atual rainha do DLC. E por falar no Mickey, Ducktales estreou um sistema de jogabilidade que ficaria famoso no primeiro jogo do rato, o Castle of Illusion de Master System: não bastava pular nos inimigos, era preciso apertar Baixo + B para dar dano neles, caso contrário quem leva pancada é você! A diferença é que o Tio Patinhas não dá bundadas como Mickey, e sim usa sua poderosa bengala, transformada num pula-pula. Se isso não resolver, também dá pra usar a bengala como se fosse um taco de golfe, lançando pedras nos inimigos.

O enredo é o mesmo de muitos episódios do desenho: Tio Patinhas não está satisfeito em ser o pato mais rico do mundo, e quer achar tesouros espalhados por diversos locais diferentes (Himalaia, Minas Africanas, Amazônia, Transilvânia e até mesmo na Lua) para aumentar sua fortuna ainda mais. Porém, seus piores inimigos (Maga Patalógika, Pão Duro MacMônei e os Irmãos Metralha) se unem para conseguir os tesouros antes dele, e ele parte numa corrida para tentar juntar os tesouros primeiro.

Falar desse jogo sem falar da trilha sonora é uma heresia. Para muitos retrogamers Ducktales é o dono da melhor trilha sonora da era 8 bits (embora eu ache a de Megaman 2 melhor, os dois pra mim estão quase emparelhados na liderança). A animadíssima música da fase da Lua, o tétrico tema da Transilvânia e a dançante (por que não?) música das Minas Africanas ficam na sua cabeça por um bom tempo depois que você termina ou desiste do jogo. Sim, pois outro assinatura de um jogo de plataforma da Capcom é a dificuldade alta porém balanceada, onde a perseverança e o treino são o que separam você da vitória.

Então o jogo não tem defeitos? Nada é perfeito, eu sei, mas pra mim a única coisa que faltou foi um sistema de save game ou passwords. Já vi gente zerar esse jogo em 40 minutos, e o que uma criança da década de 1980 tinha sobrando era tempo, mas pra um cara que trabalha e/ou estuda nem sempre dá pra zerar um jogo desses numa sentada, ainda mais se for uma de suas primeiras tentativas nele. Tal problema foi corrigido no que eu chamo de "versão definiva" desse jogo: o maravilhoso Ducktales Remastered, lançado para PS3, Xbox 360 e PC. Eu sei, muita gente apedrejou esse jogo, mas pra mim ele é o real inverso da lei de Murphy: algo muito bom pode ficar ainda melhor! Trilha sonora original renovada, gráficos muito parecidos com o desenho animado original, e com os mesmos dubladores (pena que o Antônio Patiño morreu em 2002, eu adoraria ter ouvido a voz dele dublando o Patinhas nesse jogo!), além de uma fase introdutória pra ensinar pra molecada "leite com pêra" como funciona um platformer em 2D.


A versão remasterizada é maravilhosa, mas não substitui a original. Se você puder, jogue as duas! O que você não pode é ficar sem conhecer um dos melhores jogos de plataforma de todos os tempos. A Disney usou muito pouco o Tio Patinhas (só em Ducktales e num especial de Natal ele foi protagonista), mas quando usou o pato mais rico do mundo com certeza brilhou, e muito! E eu lhes garanto: ele brilha até hoje!

NOTA FINAL: 10,0
DUCKTALES É CONSIDERADO UM DOS MELHORES JOGOS DO NES. É UM JOGO SIMPLESMENTE FANTÁSTICO! COM CERTEZA ELE FOI O TOPO DA PARCERIA ENTRE DISNEY E CAPCOM

Plataforma:


Comente com o Facebook: