Jogos pro Dia do Padre (4 de Agosto)

segunda-feira, 4 de agosto de 2014 Postado por Tristan.ccm

Muitos me criticam por eu ser católico e jogar videogame, apesar de eu já ter mostrado nesse post que as duas coisas podem muito bem andar juntas. Culpa da TV Record de quem pensa que os videogames são coisa do capeta. Nada disso, a religião serve de mote para muitos jogos, que às vezes apenas citam algo religioso (quase nunca denegrindo a imagem de Deus ou da igreja) e em certos momentos chegam a usar elementos da religião no desenrolar do enredo. Aproveitando que hoje é o Dia do Padre, eu venho trazer cinco jogos onde a religião está presente e faz parte da estória, sem ofender a Deus e tampouco negar religião alguma:

Doom (PC)


Muitos dizem que esse jogo é satanista, mas eu acho que é justamente o contrário, pois no último episódio você basicamente vai ao inferno meter bala em Satanás e seus cupinchas. Os demônios que aparecem são, como muitos cristãos dizem, o inimigo, e devemos combatê-lo, só que aqui as preces e o jejum dão lugar a pistolas, uma motosserra e a boa e velha calibre 12!

Assassin's Creed (PS3)


O jogo entra na lista por abordar uma era controversa no Cristianismo: as Cruzadas, mais precisamente a terceira. Apesar dos inimigos serem cavaleiros templários, que eram membros da Igreja, o jogo vale por mostrar que nem sempre os representantes do Senhor na terra honram seus mantos com honestidade.

Castlevania 2 - Simon's Quest (NES)


O patinho feio da franquia está aqui pelo fato de você depender de igrejas para recuperar sua energia, você tem que entrar em uma e falar com o sacerdote. É bem parecido com o que acontece com os cristãos, que quase sempre se sentem revigorados ao visitar a casa do Senhor e fazer suas preces ou se confessar.

Earthbound (SNES)


Como não se lembrar de um jogo onde você une suas preces ao um dos protagonista para zerar o jogo? Na batalha contra o último chefe um dos membros de sua party olha para você e pede que você reze junto com ele para que o vilão seja derrotado. E é a sua prece a que mais dá dano nele! Foi a mais religiosa quebra da quarta parede da história!

Caminho Estreito (PC)


Tá certo que é um jogo de RPG Maker, e só por isso muitos virariam a cara, mas é um dos poucos jogos de temática cristã que não é ruim (que nem aqueles do NES que nem vale a pena citar...). Com uma mecânica idêntica aos Final Fantasy de SNES e um enredo inspirado na conversão de um jovem ao cristianismo, o que a primeira vista poderia ser interpretado como uma pregação evangélica em forma de jogo se mostrou algo divertido e criativo. Mesmo para quem não é evangélico (sou católico mas tenho a cabeça aberta) o jogo é uma boa pedida, pois é gostoso de jogar, a arte estilo mangá é muito bem feita, você aprende muita coisa sobre religião e ainda por cima o jogo roda até em PC da Positivo.

Se você conhece mais algum jogo religioso (sem ser aqueles do Nintendinho, por favor!), poste nos comentários. Abraços a todos e fiquem com Deus!



Comente com o Facebook: