[Games em Foco] Chaves e Chapolin nos games

domingo, 30 de novembro de 2014 Postado por Tristan.ccm


Nesta sexta, dia 28, o comediante mexicano José Gomez Bolaños nos deixou. Ele, que fez história com seus personagens simples e divertidos, marcou a infância de várias gerações de brasileiros. Como muitos, estou triste pelo mundo ter perdido um gênio, capaz de criar um tipo de humor impossível de copiar e que nunca perde a graça, não importa quantas vezes nós o assistimos (sorte do Sílvio Santos...).

Como gamer, decidi homenageá-lo neste pequeno post, fazendo uma retrospectiva de todos os jogos que aproveitaram o universo de personagens criados por Bolaños. Alguns oficiais, outros criados por fãs, mas todos fazem parte da história dos games e foram feitos para gente como eu e você, que cresceram vendo as trapalhadas do Chaves e as aventuras do Chapolin.

1- Chapolin vs. Drácula: um duelo assustador (Master System)


O jogo mais antigo da lista foi feito pela Tec Toy, e faz parte daquela leva de jogos estrangeiros que foram "abrasileirados". Foi uma adaptação do game Ghost House, um jogo completamente desconhecido no país. O objetivo desse jogo é o mesmo do original, ou seja, explorar um castelo e matar vampiros, afinal tudo o que a Tec Toy fez foi alterar o sprite do protagonista e inserir algumas telas específicas (como a tela-título e a de game over, que conta com uma clássica frase do herói). Como diria a Chiquinha, não é algo que se possa dizer "nossa, como esse jogo é maravilhoso", mas é bom.

2- Street Chaves (PC)


Um jogo de luta criado em 2003, utilizando sprites tirados diretamente do seriado e golpes vindos de outros jogos, como Street Fighter II e Darkstalkers. Apesar de ser graficamente simples, ele surpreendia por ter vários finais, que mudavam conforme o personagem escolhido. Por exemplo: jogando com Seu Barriga, o chefe final seria o Seu Madruga e o final do jogo veio direto do episódio "O Velho do Saco", com direito à famosa frase que o Seu Madruga usava!

3- cs_chaves


Um dos inúmeros mapas criados por fâs para o clássico Counter-Strike, se não fosse por um detalhe: ele reproduz a famosa vila onde Chaves vivia, com direito a easter-eggs como a caveira no espelho da casa do Seu Madruga ou a tenda onde Chaves vendia seu famoso suco de limão (aquele que que parece tamarindo mas tem gosto de groselha). Não era o melhor mapa do CS, mas era divertido

4- El Chavo (Wii) & El Chavo Kart (Wii/Xbox360/PS3)


Os dois jogos mais recentes não foram inspirados na série clássica, mas sim nos desenhos animados produzidos em 2006 pela Televisa (canal de TV mexicano criador da série original). Ambos bebem na fonte da série Mario, o primeiro sendo um jogo de tabuleiro no estilo Mario Party e o segundo um Mario Kart com a turma do Chaves. Não são muito bem cotados pelos jogadores (pelo contrário, são considerados péssimos jogos), e receberam notas baixas em sites especializados. Mas agora, com a morte de Bolaños, podem vir a se tornar item de coleção.

No mais, existem alguns outros jogos pouco relevantes, como o jogo do Chaves para iOS/Android (também baseado em minigames, como o jogo do Wii) e um clone de Subway Surfers protagonizado por um Chaves genérico e mal desenhado. Mas os jogos acima são apenas a ponta do iceberg, uma pequena parcela da gigantesca obra de Bolaños. Valem para jogar e relembrar desses personagens que até hoje fazem sucesso.

Descanse em paz, Chespirito. Nós gamers também sentiremos sua falta!


Plataforma:


Comente com o Facebook: