Game Boy

sábado, 26 de abril de 2008 Postado por P.A.

Um pouco sobre a história do Game boy:

A Nintendo, depois de deixar o mercado de cartas de baralho para se aventurar nos arcades, acreditava que o mercado era instável demais e procurou alguma opção rentável de negócios. Gumpei Yokoi, um dos mais esforçados engenheiros da companhia, estava interessado nas novas (e baratas) peças de calculadora que chegavam ao mercado. Brincando com algumas delas, ele apresentou um protótipo de Game & Watch para o presidente da firma, Hiroshi Yamauchi. O aparelho seria pequeno, simples e barato.

Contando com apenas um jogo não-intercambiável por aparelho e gráficos pré-desenhados em telas de cristal líquido. A primeira série de jogos incluía Ball, Para chute e Fire, seguidos por jogos com personagens de outras empresas como Popeye e Mickey Mouse, ou personagens da Nintendo como Mario e Donkey Kong. Com o tempo, os jogos se tornaram mais elaborados, contando com telas múltiplas, espelhos refletores que permitiam gráficos coloridos e até mesmo pequenos controles com fios para dois jogadores.

O sucesso dos aparelhos foi gigantesco, tanto no Japão quanto no resto do mundo. Baratos e acessíveis, os Game & Watch eram também relógios e alarmes (por isso o nome). Muitos dos jogos clássicos dos aparelhos foram relançados em pacotes para Game Boy.

Apenas nove anos depois a Nintendo lembraria do mercado de portáteis. Enquanto o Genesis/Mega Drive e o PC Engine/Turbografx-16 se degladiavam pelo segundo lugar depois do Nintendo Entertainment System, eles mal sabiam a concorrência que a Nintendo iria lançar: o Game Boy.


O portátil, desenvolvido também por Gumpei Yokoi com um processador de 8 bits, seria o primeiro com cartuchos intercambiáveis e tela de cristal líquido de matriz de ponto com quatro tons de cinza, ou seja, permitia que cada jogo tivesse suas próprias imagens. Tudo isso, rodando simplesmente com pilhas e por um bom tempo. A única desvantagem da máquina era não contar com um backlight, fazendo necessário um ambiente iluminado para jogo. Um dos acessórios, o Link Cable, permitia que duas pessoas jogassem uma contra a outra - algo tão à frente de seu tempo que só atingiria seu sucesso potencial em 1996, com o lançamento de Pokémon.

O videogame seria lançado no Japão com Mario Land, Alleyway, and Baseball. Shigeru Miyamoto, criador do Mario e gênio da empresa, viu em Tetris o jogo perfeito para o portátil. Minoru Arakawa e Howard Lincoln da Nintendo of America foram mandados imediatamente para a Rússia na tentativa de garantir os direitos do game para portáteis direto com seu criador, Alexey Pajitnov e conseguem. Tetris seria lançado no Japão logo em seguida, e a versão americana do videogame viria com o jogo incluso.
Plataforma:


Comente com o Facebook: