True Love (PC)

sábado, 14 de novembro de 2009 Postado por Azrael_I



Gênero: AVG Hentai/Simulador de Relacionamento


Fabricante:
Software House Parsley


Lançamento: 1995


Jogadores:
1







"I've got to build up my Strenght!"

Eis aqui o jogo que dez entre dez viciados em Hentai Games já jogaram! Como em todo jogo do gênero, o personagem jogador deve viver a vida de um pós-adolescente que conquista as garotas que encontra no decorrer do jogo e tem relações sexuais e/ou amorosas com elas. True Love não seria mais do que um típico AVG hentai se não fosse uma diferença fundamental em relação a quase todos os outros: a interatividade. Em geral, os jogos de AVG possuem uma história fixa demais; o personagem segue uma série de eventos, toma algumas decisões na história, mas em geral suas escolhas não influenciam nada na história ou no final do jogo (a maioria dos AVGs têm apenas um final). Aí é que entra o destaque de True Love: além de possuir vários finais diferentes (inclusive um final secreto bisonho), toda e qualquer coisa que o jogador fizer pode alterar a história. Além disso, o personagem possui uma série de atributos (como nos jogos de RPG) que também influenciam na história do jogo, de acordo com o modo como vai desenvolvendo-os (ou perdendo-os, pois os atributos perdem pontos se o jogador parar de desenvolvê-los).

(Em tempo: NÃO vou postar nenhuma das imagens hentai, pra não ter problemas com a administração do Blog; quem quiser ver as garotas "em ação", pegue o game e jogue! Vale a pena!)

A história é até meio básica: o jogador é um rapaz no último ano de escola, que além de querer tomar um rumo na vida quer encontrar seu amor verdadeiro (daí o nome True Love). O jogo se passa em três meses da vida do personagem, dois meses de escola e um de férias, o último verão no colégio. No decorrer do jogo, ele encontra com dez garotas que podem ou não ir parar na cama dele, e uma delas no final pode virar sua namorada; o final é diferente para cada garota, além de existir um final em que o personagem acaba sozinho (e o final secreto ruim). As "fases" do jogo são os dias de cada mês; no começo de cada dia, o jogador deve escolher o que o personagem vai fazer no decorrer do dia (de manhã, à tarde e à noite), além de poder fazer outras coisas como olhar o calendário (para planejar melhor as ações) e organizar os itens que for comprando. Escolher as ações no dia é fundamental, principalmente quando tiver um encontro (Date) marcado com uma garota naquele dia. Além disso, é preciso tomar cuidado com o atributo Fatigue (Fadiga); quanto mais o personagem desenvolver os atributos, mais a Fadiga aumentará sozinha e, se ficar muito alta, ela impede que os demais atributos se desenvolvam e eles começam a diminuir. Para controlar a Fadiga, é bom escolher a opção Rest (descansar) de vez em quando, tomar Energy Drinks (que se compra na loja) ou comprar uma revista de sacanagem.

Cada garota tem suas características próprias: algumas dão mais valor ao físico do personagem (e neste caso é bom trabalhar o atributo Sports), ao zelo pessoal (atributo Fashion) ou aos estudos (Study), enquanto algumas têm um gosto mais generalizado dos atributos. Existe uma época certa para pegar cada garota, mas não um dia fixo (com uma ou duas exceções); por exemplo, a garota Misako pode ser conquistada em qualquer dia entre 18 e 31 do mês de Julho. Já a Mayumi só pode ser pega no dia 7 de Setembro. A questão, entretanto, não é o dia em que se "consuma o ato", e sim que é preciso trabalhar muito para se chegar aos finalmentes com uma garota; antes de ir para a cama com ela, o jogador precisa fazer tudo que for possível para agradá-la e conquistá-la. Conversar o máximo de vezes possíveis, falar o que ela QUER ouvir e de vez em quando dar algum presente (ou seja, igualzinho à vida real, hehehehe). Por causa dessa interatividade, True Love foi considerado um jogo bastante realista pelos gamers de plantão; mais do que isso, devido às características do jogo é possível até mesmo se identificar com o personagem jogador (afinal, qual o homem que nunca tentou pegar algumas colegas de classe?Além claro da professora gostosona...) e isto explica bastante o sucesso deste game na era da Internet. Isso, claro, sem falar nas cenas hentai, o foco principal do jogo (pra ajudar o jogador a "fantasiar" melhor, o rosto do personagem principal não aparece em nenhuma imagem, justamente pra ele se imaginar no lugar do personagem, hehehe!).

Apesar do realismo, há alguns elementos fantasiosos no jogo (tipo um nerdzão pobre pegar dez garotas, hehehehe). Se escolher muitas vezes aperfeiçoar um único atributo (por exemplo, escolher só Study durante alguns dias), um "deus" irá visitar o personagem nos sonhos e aumentar o atributo em questão, além de tirar a Fadiga. Além disso, uma das garotas é na verdade um anjo (???) que ficou presa na Terra (ela é uma garota secreta no jogo, mas não é dela o final secreto). Quando se escolhe as ações do dia, é possível ir na cidade (com a opção Shopping), onde além de encontrar mais vezes com as garotas (principalmente nas férias) é possível ir nas lojas comprar itens, jogar um mini-game de Blackjack pra ganhar dinheiro (ou perder, mais provável...), apostar na loteria ou, de vez em quando, encontrar com um vidente que dá dicas pro jogo.

A parte gráfica do jogo é bem razoável, apesar de usar gráficos praticamente antiquados para os anos 90 (na época já existiam gráficos com resolução melhor, como em Divi-Dead). Excetuando um ou dois detalhes (como os olhos piscando) e as cenas SD do personagem principal, os gráficos são completamente parados, coisa típica do gênero AVG; o rosto das personagens muda de acordo com a situação (se estiver com raiva, feliz, triste etc.) e até as roupas, mas quase nunca a posição do corpo. Existem vários cenários bem desenhados (que parecem ser fotos), mas todos em tom monocromático. Toda a ação praticamente acontece na forma de texto, com as imagens referentes a cada parte da história. Pelo menos os gráficos são bonitos e bem desenhados, além claro das garotas serem o sonho de qualquer fã de Hentai. Na parte sonora, True Love também não deve nada: são quinze músicas no total (uma para cada garota, e o resto para as demais cenas; a música da Mayumi é dez!), além de vários efeitos sonoros (como o soco que um dos personagens leva); a única coisa que poderia ter sido acrescentada eram vozes aos personagens (eu suspeito que a versão original em CD possuía e que as vozes foram limadas para diminuir o tamanho do Download, da mesma forma que aconteceu com jogos tipo Divi-Dead e Gloria, mas não consegui achar nada a respeito), ou pelo menos alguns gemidos para as garotas... O jogo ainda por cima faz referências a outros mangás/animes, como Urusei Yatsura e Tenchi Muyo. No Ocidente, True Love só sofreu uma censura: a idade da personagem Arisa, que foi alterada. Outra coisa que dá pena é que não mostra o soco que o personagem Toshio leva na cara (apenas aparece o texto e ele some da tela)...

A jogabilidade de True Love é bem simples, basta clicar na tela com a seta do mouse para escolher entre as opções que aparecem (em geral, na caixa de texto). É possível ler o texto ou simplesmente ir passando-o rapidamente, segurando a tecla Enter. É possível deixar em tela cheia ou em janela (mas pra isso é preciso um truque). No começo do jogo, o jogador escreve o nome que quiser que o personagem principal tenha (mas se não escrever nenhum, o nome do personagem fica sendo Daisuke), além de escolher o estereótipo: Normal, Intelectual, Esportista e Playboy. Cada estereótipo tem características próprias nos atributos; por exemplo, o Playboy começa com um nível bom em Fashion e Sports, mas baixo nível em Study. A única coisa que não dá pra escolher é a idade, o personagem começa invariavelmente com 18 anos. Depois de concluído o jogo, é possível rever todas as imagens (hentai ou não) do jogo, na CG Room.

Por causa de suas muitas características positivas, True Love é hoje considerado o maior clássico dos Hentai Games já lançados no Ocidente; ele já gerou muita polêmica e até algumas lendas que circulam na net (as quais eu vou esclarecer no tópico Lendas dos Games). Milhares de punheteiros jogadores já baixaram, jogaram (eu mesmo ainda jogo) e aprovaram, e True Love continua sendo o Hentai Game favorito da maioria (é o meu, inclusive), mesmo que hoje em dia já existam jogos hentai em 3D, o que prova o que eu sempre digo: o que é bom é pra durar.


NOTA FINAL: 10
O CLÁSSICO DOS CLÁSSICOS DOS JOGOS HENTAI, PREFERIDO POR NOVE ENTRE DEZ JOGADORES. UMA PENA QUE É TÃO CURTO E QUE NUNCA TENHA SIDO LANÇADA UMA CONTINUAÇÃO.
Plataforma:


Comente com o Facebook: