Perfil: Dr. Ivo "Eggman" Robotnik

domingo, 21 de novembro de 2010 Postado por Tristan.ccm

Estréia: Sonic the Hedgehog (Mega Drive, 1991), como chefe de todas as fases.



Jogo mais marcante: Sonic the Hedgehog 2 (Mega Drive, 1992), considerado por muitos o melhor game da série e aquele onde o doutor nos deu mais trabalho!



Última aparição: Sonic the Hedgehog 4 (Wii / PS3 / Xbox 360, 2010), game que marcou a série como a volta às plataformas em 2D
 

Existem vários clichês em matéria de vilões, seja nos games ou em outras mídias (cinema, TV, etc.), mas um dos que mais aparecem é o cientista maluco. Talvez pelo fato dos homens da ciência serem sempre estereotipados como tipos estranhos e com um parafuso a menos (vide a famosa foto do Einstein com a língua de fora), cientistas amargurados e com planos de dominar o mundo sempre foram escalados como vilões. E, para confrontar o mascote criado pela SEGA para bater de frente com Mario, nada melhor que um desses megalomaníacos!
Pouco se sabe sobre a infância e a adolescência do Dr. Robotnik, mas os fãs acreditam que, no início, o doutor se chamava Kintobor e sua infância foi difícil, pois ele teria passado pelo mesmo problema de muitas crianças que, como ele, são diferentes dos demais: ele teria sido ridicularizado pelo corpo em forma de ovo (daí o apelido "Eggman", que depois ele incorporaria ao próprio nome) e pela inteligência, essa que é altíssima (enquanto o QI da maioria das pessoas oscila entre 90 e 110, o do vilão é de 300). Óbvio que uma pessoa inteligente a esse ponto só poderia ter se tornado cientista. Já adulto e formado em robótica, o Dr. Kintobor teria conhecido Sonic e ambos teriam se tornado bons amigos, inclusive com o cientista preocupado em utilizar as habilidades do ouriço em suas pesquisas. Infelizmente, uma dessas pesquisas afetou o cientista, enlouquecendo-o, e ele acabou assumindo um novo nome, Robotnik, e uma idéia que seria sua obsessão: dominar o mundo e criar uma cidade, Robotnikland, onde todos seriam seus súditos.
Vendo isso, é óbvio que Sonic se oporia ao antigo amigo, e desde então a história se repete: Dr. Eggman ataca o mundo e Sonic faz de tudo para detê-lo. Para tentar alcançar seu objetivo, o doutor quase sempre utiliza seus robôs, em especial os Badniks, robôs que utilizam animais em seu interior como fonte de energia (estes são libertados quando Sonic destrói os Badniks). Além desses robôs, o Dr. Robotnik também criou diversos veículos para tentar vencer Sonic e até mesmo uma série de robôs inspirados em seu inimigo, como Silver Sonic (sub-chefe final de Sonic 2) e Mecha Sonic (do game Sonic & Knucles). Mas como Eggman é o vilão, todos têm o mesmo final: viram sucata após cruzarem com Sonic.



Ao contrário de muitos vilões, Eggman não tem nenhum poder especial, por isso depende exclusivamente de suas invenções para atacar Sonic

Embora tenha se digladiado com Sonic durante anos, na era 126 bits (PS2 e afins) ele aparece menos, cedendo o lugar de vilão principal a figuras como Void (do game Sonic Shuffle, para Dreamcast) e Black Doom (do game Shadow the Hedgehog, para PS2 e GameCube), porém mantendo o mesmo estilo cômico e um tanto atrapalhado. Em sua última aparição, no recém-lançado Sonic 4, ele volta ao velho estilo, caçando o ouriço em plataformas bidimensionais no comando de máquinas cada vez mais malucas. Apesar de ser um vilão, o Dr. Robotnik se tornou um dos personagens mais carismáticos da série, ganhando até um game próprio (o puzzle Dr. Robotnik's Mean Bean Machine, para Mega Drive). Apesar de ser um dos caras malvados, o "homem-ovo" sempre vai ocupar um lugar de destaque nos corações tanto dos mais saudosos seguistas quanto dos fãs de Sonic e sua turma.


CURIOSIDADES SOBRE O DR. EGGMAN:
 

- Nos desenhos animados, Eggman também é um vilão, mas algumas vezes acaba ajudando Sonic, inclusive salvando sua vida em um episódio do anime Sonic X. Ainda falando de animes, na dublagem brasileira o cientista recebeu uma das mais famosas vozes em português: seu dublador por aqui é Isaac Bardavid, conhecido por ser a voz do Wolverine de X-Men e do jedi Obi-Wan Kenobi, na trilogia clássica de Star Wars.
 

- Embora a SEGA negue até a morte, muitos fãs afirmam que o visual de Eggman seja inspirado no de Mario, o mascote da rival Nintendo: ambos usam roupa vermelha, são gordos e têm vastos bigodes. Os que defendem essa teoria dizem que isso foi uma forma da SEGA dizer de forma velada que Sonic sempre derrotará Mario. A criadora do personagem, Naoto Oshima, nega a "homenagem".


- Dois parentes de Eggman tiveram papel importante nos games da série Sonic: seu avô, Gerald Robotnik, buscava criar o que chamava de "forma de vida perfeita", gerando com essa pesquisa Shadow the Hedgehog e Biolizard (o chefe final de Sonic Adventure 2). Já sua prima, Maria Robotnik, teve papel fundamental na conversão de Shadow de inimigo para aliado de Sonic, com suas últimas palavras antes de ser morta: Shadow...Todas essas pessoas... Lá embaixo... Dê a eles uma chance... De serem felizes. Graças a essas palavras, Shadow se une a Sonic para salvar a Terra no final de Sonic Adventure 2 (GameCube).


Comente com o Facebook: