[Games em Foco] O Brasil nos games! (parte 1)

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011 Postado por P.A.

Ver nosso país sendo citado em algum jogo sempre me deixa feliz! É bom saber que somos lembrados não apenas como o país do futebol e das mulheres gostosas... Claro, isso não é ruim, pois são duas excelentes coisas em que somos bons realmente!
Mas o problema é que muitas vezes não somos tão bem representados assim. Pros gringos só existem dois lugares no Brasil: Rio de Janeiro e a Amazônia. Ou as fases se passam no Cristo Redentor e em favelas ou no meio de uma densa floresta cheia de animais dos mais variados tipos! E os personagens são bichos verdes e aberrações da natureza... Isso sem falar nos nomes bem brasileiros que eles colocam nos personagens.
Eu inicialmente ia postar tudo junto, mas a postagem ia ficar grande demais, então resolvi separar em três partes! 
Nessa primeira parte vou começar citando os jogos que possuem cenários no Brasil...


Where in the World is Carmen San Diego
O primeiro jogo que me vem à mente que possui um cenário no Brasil é este! Joguinho clássico onde você deve viajar pra diversos países procurando bandidos dos mais variados naipes. Uma das cidades em que você pode visitar em busca de pistas é justamente o Rio de Janeiro...
Quero ver o quão foda é esse detetive de entrar na favela atrás de meliante!


Ninja Gaiden
O quarto ato do primeiro jogo da trilogia do ninja Ryu pra NES se passa na floresta Amazônica! Aliás, do quarto ato em diante o jogo é todo no Brasil, porque os outros atos se passam em ruínas que estão localizadas na floresta Amazônica, que por sua vez, está localizada no Brasil.
Só a primeira parte do ato é na floresta, que possui algumas águias bem filhas da mãe e onças também. Depois disso, você entra em cavernas e ruínas com muitos ninjas, múmias, inimigos com cabeças de abóboras e Jasons!
Sim, tem Jasons nas cavernas da Amazônia; a gente sempre se surpreende com a grande biodiversidade da floresta!


Ninja Gaiden 3
E parece que o ninja Ryu gostou mesmo do Brasil, tanto que voltou pra floresta Amazônica no terceiro jogo. Agora sem águias, onças e Jasons. Mas com piranhas assassinas, insetos gigantes voadores e aberrações que lembram zumbis. A primeira parte do ato se passa na floresta e na sequência você entra em cavernas com água corrente e muitas plataformas perigosas...


Top Gear
O primeiro Top Gear tem duas pistas no Brasil e adivinhem onde se passam as corridas?
Óbvio, uma é no Rio de Janeiro e outra na Floresta Amazônica (que está com nome de Rain Forest).
Curiosamente ambas as pistas apresentam trechos com desertos o que não faz sentido algum. Sem falar que a pista na floresta tem muitas montanhas e poucas árvores. O que será que significa floresta pra eles?


Top Gear 2
O segundo jogo também apresenta uma corrida no Brasil, no Rio de Janeiro!
Dessa vez, pelo menos nada de deserto no Rio! O que já é um progresso...
A corrida é durante a noite, mas achei bem mal feito. É muito escuro, feito propositalmente pra não ser bem visualizado o cenário ao fundo, que é bem simples. A corrida noturna do primeiro Top Gear é bem mais legal! Aliás, Top Gear 2 é o que menos gosto dos três lançados pro SNES.


Marvel Super Heroes: War of the Gems
Joguei muito esse jogo na minha infância... Jogaço! Muito divertido...
E tem uma fase no Brasil, e pra surpresa de absolutamente ninguém, essa fase é na Amazônia.
Você começa num rio, com uma vegetação ao fundo e logo em seguida entra numa base secreta. Mas espere... Quem foi o gênio que colocou pirâmides astecas ao fundo do cenário?
Uau! Temos pirâmides astecas na floresta amazônica e eu nem sabia!


Road Rash 3
O terceiro jogo da popular série de corrida+pancadaria em cima de motos tem uma fase no Rio de Janeiro!
Na descrição do cenário diz que é uma corrida numa pista em forma de uma sucuri com a cabeça cortada... WTF? 
Além dos competidores, é preciso tomar muito cuidado com as vacas, cachorros e qualquer outra coisa que possa entrar na pista. Tudo isso ao som de um samba muito estranho...


Driver 2
Driver 2 vinha em dois CD’s e a história percorria quatro cidades em países diferentes, sendo a última cidade justamente o Rio de Janeiro.
Caracterizada pelas praias e muitos coqueiros pelas ruas da cidade... E quando eu digo muitos coqueiros, são muitos mesmo! Estranhamente, vários macacos ficavam nos coqueiros! Macacos em coqueiros espalhados pela cidade toda.
Fora a bizarrice dos macacos espalhados pelos coqueiros da cidade, temos também os locais da cidade como: Botafoga, Leboin, Ipanente e Flamenga.
Uma coisa legal é que a polícia fala em português, como coisas do tipo: Parado, você está preso!


CS_Rio
O mais popular jogo de tiro online e que era febre à alguns anos atrás e que ainda é jogado por muitos, ganhou sua fase no Rio de Janeiro também; desenvolvida por brasileiros.
Cristo Redentor ao fundo, um campinho de terra pra jogar uma pelada, um barzinho tocando Bezerra da Silva e muitos barracos pra você invadir. Sinta-se um policial do BOPE.
Só trocar o Bezerra da Silva por Tihuana!
OSSO DURO DE ROER!


Call of Duty: Modern Warfare 2
Retomando a guerra moderna de onde havia parado no primeiro Modern Warfare, a continuação desse jogaço apresenta duas missões em favelas do Rio de Janeiro, onde seu grupo deve capturar e interrogar Alejandro Rojas que eu espero seja um traficante vindo da Colômbia, pois esse nome não é brasileiro.
Depois disso vocês tem que fugir dos traficantes da favela que tentam te matar à todo custo numa perseguição emocionante... [narrador da sessão da tarde OFF]
O bacana é que eles tiveram o cuidado de colocar falas em português pros bandidos também. E mais legal ainda é que jogando no Modo Multiplayer Online, há três mapas nas favelas e os traficantes também falam em português, coisas do tipo: Me dê cobertura, estou recarregando!


E essa foi a primeira parte desse [Games em Foco] que fala sobre nosso querido país e suas menções em jogos! Na próxima parte, vamos conhecer jogos brasileiros ou que tinham bem mais que apenas uma fase ou um personagem...
See ya!
Plataforma:


Comente com o Facebook: