Lendas dos Games (XIV): Final Secreto de Final Fantasy VII

domingo, 11 de setembro de 2011 Postado por Azrael_I

E aqui está, finalmente, a primeira lenda que eu prometi no Museum (anos atrás)! Mas antes um aviso: este post contém muitos SPOILERS; sei que a maioria dos fãs já deve ter lido muita coisa, e quem jogou já sabe o que acontece no game (óbvio, dã...), mas pra quem ainda pretende jogar Final Fantasy VII e não sabe nada do enredo eu aconselho: NÃO LEIA ESTE POST, ou irão perder um dos momentos mais históricos de Final Fantasy. Feita a minha obrigação moral como gamer, vamos em frente com a lenda:






Lenda 14: A Ressurreição de Aerith/Aeris

“Then I'll be going now. I'll come back when it's all over.” - últimas palavras de Aerith no game

Os fãs da série (e mesmo os não-fãs) são unânimes: a cena da morte de Aerith é o ponto mais alto de Final Fantasy VII (e pra muitos, de toda a saga Final Fantasy). Não apenas a cena da morte em si, mas principalmente a parte em que o protagonista Cloud carrega o corpo da amada e a coloca na fonte para descansar em paz acabou se tornando um momento extremamente marcante na série (mas não o único; Aerith não é a única mocinha em Final Fantasy a bater as botas. Na minha sincera opinião, a cena do suicídio da Celes em Final Fantasy VI é muito mais marcante...). Mini-lenda: dizem que, no Japão, algumas pessoas se suicidaram ao ver a morte de Aerith...


Tá certo, Aerith, a linda garota de nobre coração e vendedora de flores (que vai todos os dias ao bosque recolher lenha...) foi cruelmente assassinada pelo vilão malvado sem mais nem menos (o que, aliás, acabou rendendo ao Sephiroth, pra muita gente, o título não-oficial de melhor vilão da saga), logo no começo do game (só é possível jogar com Aerith no grupo durante o CD 1; o jogo tem três CDs) numa cena pra lá de brutal. O que costuma acontecer nas histórias, depois de um plot desses? Os heróis partem em busca de vingança e, quem sabe, uma forma de trazer a gata de volta à vida (que foi o que aconteceu na história do Locke em Final Fantasy VI, aliás) pra que se case com o herói em uma cena digna de novela da Rede Globo e juntos tenham o típico final feliz. Infelizmente, não é o que acontece em FFVII. Cloud realmente consegue chutar a bunda do Zé-Pharofa no final, mas não há como ressuscitar Aerith; o game acaba, o grupo se separa, e Cloud vai viver sozinho (mesmo com a Tifa dando mole pro mané), enquanto lamenta não ter podido salvar Aerith, num dos finais mais (emo) tristes da história dos games.










A sequência do assassinato de Aerith (ninguém se mate, por favor!)


É claro que os fãs não gostaram nada da brincadeira; como assim, matar a Aerith? Como assim, o herói terminar sozinho?! Seria a mesma coisa se matassem a Rosa de FFIV, a Peach do Mario ou a Zelda de Legend of Zelda! Embora Tifa e Yuffie tenham muitos fãs, Aerith sempre foi a mais querida pra ser companheira de Cloud (mesmo entre os desenvolvedores do jogo, já que num dos mini-games de FFVII, Aerith é mostrada como a que tem maior afinidade com Cloud), além de ser uma das melhores personagens do jogo (suas magias, summons e algumas de suas armas costumam ser as mais poderosas), e ela com certeza faz falta nas partes 2 e 3. Resumindo: Aerith é a personagem mais querida de Final Fantasy VII (com direito a música-tema e tudo), e deixá-la morta era impensável para os fãs. Foi então que, ainda no auge do lançamento de FFVII, surgiram os boatos que finalmente viraram lenda, acrescida de fotos em que Aerith aparece nas partes 2 e 3 do game: seria mesmo possível ressuscitá-la e encontrar outro final para Final Fantasy VII (em que, obviamente, ela fica com Cloud)! Pra variar, surgiram as mais diversas teorias, desde a de que seria preciso encontrar a "Underwater Materia"(Fonte ), até a de que é preciso vencer um level secreto (Fonte ).

Cloud perto de ressuscitar sua amada?

Todo mundo sabe que em Final Fantasy é possível reviver personagens que morreram numa luta, durante a própria luta ou mesmo fora dela; o item Phoenix Down (presente em todos os jogos da franquia) possibilita fazer isso. Além disso, sempre existiram magias de ressurreição e até mesmo algumas invocações que também possibiltavam fazer isso (mais uma vez, a história do Locke em FFVI gira em torno de sua busca pela Esper Phoenix, para tentar trazer sua amada de volta à vida), e no próprio FFVII existe a Forest Revival, um local em que é possível ressuscitar seus personagens sem usar Phoenix Down, além da própria Revive Materia. Acrescente a isso um fato que não passou despercebido por nenhum jogador que se prezasse: após os créditos, não aparece a mensagem "The End", sendo que esta mensagem estava presente em todos os seis jogos anteriores de Final Fantasy. Seria mesmo verdade então, que ninguém havia visto o final verdadeiro? E que, para vê-lo, seria preciso ressuscitar a doce vendedora de flores (ou impedí-la de morrer)? Teria Cloud, enfim, um final feliz?

Choramings!

A Verdade:


Lamento muito, fãs dos finais românticos. É impossível. Nem Phoenix Down, nem magia, nem summons, nem Materias, nem floresta mágica, nem fase secreta, nem beijo do Príncipe Encantado, não há como trazer Aerith de volta à história do game (nem tampouco é possível impedir sua morte). É preciso levar em conta que os itens de ressurreição só funcionam quando o personagem morre vítima de algo que o afete durante o game, mas não durante a história. Em Final Fantasy, é comum acontecer isso: citando novamente FFVI, alguns personagens que morrem durante a história não podem ser ressuscitados, como a família de Cyan, a noiva de Locke e o General Leo (que também é outra lenda de Final Fantasy, quem sabe não falo dela no futuro?). Assim, embora os produtores pudessem mesmo ter feito FFVII com dois finais (um bom e um ruim), o game tem apenas o final emo. "Mas então por que não tem o 'The End'?"

Adiós para sempre...

Evidências (inclusive o final sem "The End") apontam que a intenção dos produtores era fazer uma continuação direta do game (da mesma forma que aconteceu com Final Fantasy X-2, iriam ou então ainda VÃO FAZER um Final Fantasy VII-2). Além disso, existem muitas evidências de que a morte de Aeris poderia ser revertida ou quem sabe evitada: acessando o debug do jogo, é possível encontrar não apenas imagens de cenários e sprites não aproveitados, mas até mesmo uma fala de Aerith na parte do CD 2! Seja como for, nenhuma dessas hipóteses até hoje foi confirmada (ou desmentida; boa sorte aos que tentarem prová-las), e a verdade ainda é que não dá pra reviver Aerith na história do jogo original. (Mais informações sobre essas evidências: Clique aqui ou aqui ).

A quase inacessível tela de Debug (Debug Room)


Quanto à continuação, ela saiu, mas não na forma de um jogo, e sim de um filme; quem assistiu o filme de animação Final Fantasy VII: Advent Children, sabe que o final do game (com Aerith morta) é mesmo o oficial, segundo os produtores: o filme se passa dois anos após o game, Cloud se tornou uma espécie de revolucionário solitário, e uma das coisas que ele mais lamenta durante o filme inteiro é não ter podido salvar sua amada (com direito a cenas em Flashback, claro...). Não vou spoilear o filme (embora a maior parte dos internautas já o tenha assistido, antes mesmo da época em que o filme não tinha chegado ao Brasil, fato este famoso, aliás), mas Aerith não volta à vida (embora apareça em muitas cenas). Além de FFVII:AC, também foi lançado muito material para o universo de Final Fantasy VII: Before Crisis, Crisis Core, Last Order, Dirge of Cerberus e Lost Episodes. Embora apareça em todos (em cenas de Flashback), em nenhum desses, entretanto, Aerith volta à vida.

Aerith em FFVII: Crisis Core


"Mas e as tais fotos em que ela aparece nas partes 2 e 3 do game clássico?"
Ahá! Finalmente uma notícia boa! As fotos são reais sim (a maioria pelo menos, não são feitas no Photoshop), a verdade é que EXISTE uma forma de jogar com Aerith nas duas últimas partes do game (pelo menos isso...): através de um código de Game Shark. Inserindo o código num jogo salvo no CD 2 ou 3, é possível substituir um dos personagens por Aerith! Entretanto, ela não "ressuscita" realmente; ela não fala nada (exceto, curiosamente, na versão japonesa) e não participa da história. Com a ajuda de um certo programa chamado Mtrainer (para detalhes clique aqui ) é possível não só fazer isso sem o Game Shark, mas ainda por cima ver a fala de Aerith no CD 2!

Aerith no CD 2


Concluindo: embora não se tenha certeza se a decisão por parte dos produtores de matá-la era definitiva (e aparentemente era), ou se era possível evitar sua morte ou mesmo trazê-la de volta à vida depois (ou se isto foi removido do game de última hora), NÃO DÁ PRA RESSUSCITAR AERITH, em nenhuma versão ou continuação (até agora) do game. Pois é, os fãs terão que amargar com a morte inevitável (e incurável) de Aerith. A sequência de sua morte e "funeral" se tornaram a parte mais marcante do game, muito mais que o próprio final dele, e isso, sem dúvida alguma, aumentou muito a popularidade do FFVII. Popularidade do game = $$$$$ para a empresa. Ou seja, a morte de Aerith se tornou um grande filão que a Square-Enix explora até hoje; enquanto houverem jogadores interessados na morte da florista (e isto inclui as lendas de como revivê-la), é claro que a Square vai mantê-la na cova (ou até encontrar outra forma de lucrar com isso...). Mas será isso assim tão ruim? Vale lembrar que, acima de tudo, a morte de Aerith é uma cena clássica, não dá pra simplesmente anulá-la e apagar um momento tão legal da história dos games. Alguns boatos dizem que é justamente isso o que tem impedido a Square-Enix de fazer o Final Fantasy VII-2 (embora, na minha opinião, a ressurreição de Aerith numa sequência se tornaria uma cena tão ou até mais clássica).

Rest in Peace...

Seja como for, enquanto há vida (a nossa, não a da Aerith), há esperança: cada vez mais surgem boatos de um remake e/ou de uma continuação de Final Fantasy VII ( Fonte 1 - Fonte 2 - Fonte 3). Em ambos os casos, seria possível que os produtores resolvessem finalmente fazer a vontade dos fãs e tornar a ressurreição de Aerith possível. Rezem, fãs.

"Peçam a Ele para que eu volte!"


CURIOSIDADES:

- Na primeira versão americana do game, Aerith se chamava Aeris, devido a problemas de tradução. No código interno do game, entretanto, ela se chama Earith! Com o lançamento de Final Fantasy VII: Crises Core, seu nome passou a ser oficialmente Aerith, nos States e no resto do mundo.

- Originalmente, os produtores estavam indecisos sobre quem iria morrer: Aerith ou Barret. Levando em conta que a ideia original é a de que houvessem apenas TRÊS personagens no game: Cloud, Aerith e Barret, e que um dos dois últimos é quem ia morrer.

- O culpado pela morte de Aerith foi Tetsuya Nomura, o character designer do jogo. Em um único telefonema que ele fez para Yoshinori Kitase (diretor de produção do game), ele sugeriu (em meio a risadas): "Vamos matar Aerith e colocar a Tifa".

Um dos momentos mais marcantes da história dos games, merece esta lenda, no mínimo à sua altura! Vamos ver se a Square-Enix tornará a lenda em realidade nos futuros games, ou se a ressurreição de Aerith continuará sendo apenas uma lenda... assim como a masculinidade do Cloud.

AHÁ!!


Comente com o Facebook: