Super Smash TV (SNES)

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013 Postado por Tristan.ccm


  Gênero: Shooter                                                                                                                                                                                 Fabricante: Williams                                                                                                                                                                     Lançamento: 1991                                                                                                                                                                           Jogadores: 1 a 2 players cooperativo

No ano de 1999, a audiência da TV estava em queda. Para resolver esse problema, vários reality shows foram criados, fazendo relativo sucesso. Embora muitas pessoas criticassem a baixaria que alguns deles exibiam, o número crescia mais e mais. Por incrível que pareça, tudo isso que você leu não é um relato real (embora pareça), e sim foi imaginado em 1991 pelo pessoal da Williams, na hora de criar um jogo! Mal sabiam eles que estavam, em parte, prevendo o futuro.

No entanto, podemos dizer que eles, felizmente, exageraram um pouco, pois o reality imaginado por eles é bem mais ofensivo do que as comidas macabras de "No Limite", os panelaços do "Big Brother" ou as guerras de cuspe de "A Fazenda": no reality show "Smash TV", dois condenados à morte são jogados em arenas onde dispõem de armas à vontade para tentar sobreviver a hordas de inimigos. Se conseguirem, ganham a liberdade e o perdão de seus crimes. Se não... bem, eles iam morrer mesmo...
O jogo tem um ritmo frenético, desde a primeira tela os inimigos vem em grande número e você tem que atirar sem parar. E atirar nesse jogo, especificamente na versão de SNES (também saiu pra Mega e NES), é muito divertido! Pra quem não lembra, o joystick do SNES tinha os botões de tiro dispostos em forma de cruz. Sabendo disso, a Williams decidiu colocar cada um atirando numa direção, transformando os botões A, B, X e Y num segundo direcional, dando ao jogo a mesma jogabilidade da versão para arcade, que utilizava duas alavancas. O conceito de "jogar com dois direcionais", coisa hoje quase que obrigatória, surgiu assim, meio improvisado mas muito bem trabalhado e absurdamente divertido. Os inimigos tendem a fazer "montinho" em você, e poder atirar desse jeito em todas as direções ajuda e muito. Se você é um adepto da emulação, experimente usar um joystick com dois direcionais (tipo aqueles genéricos que imitam os do PS2), e vai se sentir jogando a versão 16 bits de Geometry Wars.

A trilha sonora é meio chata, a música até que é animada mas cansa depois de um tempo. Os gráficos também não ajudam, com sprites pequenos. Mas a diversão do jogo acaba compensando tudo isso, ainda mais pelo uso inteligente do controle do SNES. Super Smash TV foi um jogo nem tão famoso assim, mas que deu ao termo "jogabilidade" um significado todo especial.

NOTA FINAL: 9,0                                                                                                  UM JOGO QUE DEFINIU O CONCEITO DE "DOIS DIRECIONAIS", CRIANDO UMA JOGABILIDADE ATÉ HOJE UTILIZADA. GEOMETRY WARS TEVE A QUEM PUXAR!

Plataforma:


Comente com o Facebook: