Toejam & Earl (Mega Drive)

segunda-feira, 23 de março de 2009 Postado por Tristan.ccm


Gênero:
Ação


Fabricante:
JVP / Sega Enterprises


Lançamento:
1991


Jogadores:
1 - 2 players cooperativo






Quem pensa que o funk nasceu para fazer a fama de mulheres-fruta e “emecís” sem cérebro está muito enganado. O gênero musical nasceu nos EUA, inspirado no ritmo trazido pelos escravos africanos. Pode-se dizer que o funk é o samba deles: cheio de gingado e atitude, conquistou multidões de fãs com nomes como James Brown, e inspirou muitos ritmos, como o soul e o rap. Esse estilo musical que se espalhou pelo mundo e foi totalmente deturpado nas favelas cariocas dá o tom desse clássico da era 16 bits.

Vindos diretamente do planeta Funkatron, os alienígenas Toejam e Earl estavam dando um rolê pelo nosso sistema solar quando Earl pediu para guiar a nave dos dois. O problema é que, como todo cara grandão e forte, o cara é lerdo das idéias, e depois de algumas barbeiragens trombou a nave com um asteróide. Os dois malucos e os dez cacos da nave caíram na Terra, e agora os dois funkeiros vão ter de explorar nosso planetinha azul para juntar as peças, remontar a nave e voltar pra casa.

Num jogo como esse, som é fundamental. As músicas são bem legalzinhas e grudam na cabeça dos fãs. Some isso aos efeitos sonoros dos personagens e temos um quesito perfeito. Mas da mesma forma que o funk não se resume aos “créus” da vida, esse jogo não se resume só às músicas. Os gráficos também foram caprichados, tanto os personagens quanto os inimigos são bem comédias, e muito bem desenhados. Enquanto procuram pelas peças da nave, Toejam e Earl devem desviar-se ou derrotar vários inimigos, cada um com uma habilidade (o diabinho te espeta e te tira o life, a dançarina de hula te hipnotiza por alguns segundos, etc.). A jogabilidade muda conforme seu personagem: Toejam é mais rápido, enquanto Earl é mais forte. Vários itens podem ser recolhidos pelo cenário, todos colocados dentro de pacotes de presente (cada forma de pacote tem um item diferente), basta abrir seu inventário, escolher o presente certo e correr pro abraço. Além dos presentes, seu personagem pode recolher dinheiro (usado para comprar pacotes, nas caixas de correio) e recuperar a barra de energia com alimentos que encontra. Um fator interessante é que alguns alimentos, como o queijo ou o brócolis, tiram energia, portanto cuidado com o que vai comer por aqui!

A exploração lembra a de muitos RPGs, onde você anda livremente pelo lugar. Para passar de fase, é preciso encontrar um elevador, que te leva um nível acima. No modo de dois jogadores, ambos precisam entrar no elevador para que ele funcione, mas dá pra explorar lugares diferentes, bastando para isso que um dos dois comédias se jogue da beirada da fase, caindo na anterior (nesse caso, o bom e velho recurso da tela dividida ao meio entra em ação). Os itens vão desde os muito úteis como os Super Hitops (aumentam a velocidade) até coisas inúteis como o BoomBox (aparelho de som que muda a música da fase).

Foi muito bom para mim ter conhecido esse jogo (devo fazer parte do 0,5% dos gamers que nada sabia dele), pois me surpreendeu: um enredo e uma jogabilidade simples, aliados a uma trilha sonora bem trabalhada, tornaram Toejam & Earl um grande game. Recomendado a todos os fãs do Mega Drive!



NOTA FINAL: 9,7
UM DOS CLÁSSICOS DO MEGA. OS ALIENS MAIS DESCOLADOS DO UNIVERSO COM CERTEZA FARÃO PARTE DA SUA LISTA DE MAIS JOGADOS.
Plataforma:


Comente com o Facebook: