Superação é pouco!

sexta-feira, 5 de março de 2010 Postado por Tristan.ccm

Todo mundo sabe que Zelda é um jogo que tem inúmeros fãs ao redor do mundo (e que sou um deles). Ontem, vi que a paixão por esse jogo pode levar pessoas a superar limites que, para muitos de nós, seriam intransponíveis.

Um desses zeldamaníacos é o norte-americano Roy Williams, que é exatamente como muitos de nós: entra em forums, blogs e vê vídeos no Youtube sobre seu jogo preferido. Numa dessas andanças pela net, Roy conheceu Jordan Verner, outro apaixonado pela série. Jordan disse a Roy que seu sonho era zerar Ocarina of Time, e Roy decidiu ajudá-lo. Mas havia um porém: Jordan é cego!

E agora? Como fazer alguém que não enxerga zerar um jogo tão complexo? A solução encontrada por Roy: zerar o jogo de novo, mas de olhos vendados ! Assim, poderia sentir a mesma dificuldade que seu amigo teria. Roy escreveu um detonado do jogo para Jordan, baseado unicamente nos sons emitidos pelo jogo (músicas, gemidos do Link, barulho dos inimigos e, claro, os famigerados "Hey" da Navi!), e com a ajuda desse detonado e de um programa que "lia em voz alta" o mesmo para Jordan, ele derrotou Ganon!













Jordan (esquerda), o gamer cego que encontrou em Roy (direita) a ajuda que precisava para salvar Hyrule


Palavra de quem tentou fazer o mesmo: a dificuldade em se jogar um jogo desses "às cegas" é umas dez vezes maior! Eu sequer consegui sair da Kokiri Forest jogando sem ver, imagina enfrentar assim inimigos como os fantasmas do Forest Temple (tinha um que se multiplicava por 4 e era preciso prestar atenção para descobrir o verdadeiro), ou então tentar acertar um alvo com o Hookshot sem ver!

Eu sei que jogar de olhos vendados é um desafio em qualquer jogo para qualquer um (se não me engano o Azrael falou de um cara que passou pelo Turbo Tunnel de Battletoads jogando assim), mas jogar Zelda Ocarina of Time sem ver não foi desafio algum para Jordan Verner. Para ele, essa era a única chance de jogar. E graças à solidariedade de Roy Williams, ele teve o sabor de chegar ao final de um dos melhores jogos de todos os tempos, e ainda ficou famoso, pois sua história foi parar na CNN. Confiram a matéria no vídeo abaixo (que infelizmente está em inglês, se alguém souber de uma versão com legendas em português, me avise pra eu colocar no post):




No mais, só me resta bater palmas tanto para Jordan e sua perseverança em superar obstáculos quanto para Roy e seu desprendimento em ajudar um cara pura e simplesmente por ele também gostar de Zelda. Fica a mensagem pra todos vocês: por pior que pareçam os obstáculos em sua vida, eles podem ser superados. Basta querer.

Fontes: CNN e Joguepense

Nota: agradeço ao \Alexandre/ ¬¬, um dos membros de nossa comunidade do Orkut, que postou a notícia por lá.


Comente com o Facebook: