Castle of Illusion starring Mickey Mouse (Mega Drive/Master System)

quarta-feira, 12 de outubro de 2016 Postado por P.A.


Gênero: Ação / Plataforma


Fabricante: Sega


Lançamento: 1990


Jogadores: 1 player





Quem viveu a época dos 8-16-bits guarda com carinho na memória os jogos feitos pela Disney. A empresa sempre dava seu toque 'mágico' aos seus jogos, tornando-os inesquecíveis. Castle of Illusion  é cultuado até hoje pelos donos dos consoles da Sega... O ano era 1990,  Sonic ainda sequer havia sido lançado e Super Mario já era uma realidade. Então a Sega se uniu a Disney para colocar no mercado o camundongo mais famoso do mundo para competir com o encanador bigodudo (pelo menos até que Sonic surgisse).   

Tudo começa quando Mickey e Minnie estão dançando felizes no meio da floresta, por motivos de porque sim. Quando de repente uma bruxa chamada Mizrabel, com inveja da beleza de Minnie, resolve sequestrá-la para roubar sua beleza e juventude para si. Exato, ela quer roubar a beleza de uma camundongo fêmea... Agora Mickey precisa recuperar as sete gemas do arco-íris, que estão sendo guardadas pelos Mestres da Ilusão no Castelo da Ilusão, para resgatar sua amada. E Mickey vai fazer tudo isso, rindo e dançando... O tempo todo! 
Nem o sequestro da namorada tira o sorriso do rosto desse cara!
Nos anos 90 os jogos com temática sobre sequestro de namoradas estavam em alta... Naquela época quando uma mulher sentia inveja da beleza de outra mulher, ela a sequestrava e tentava roubar sua beleza; hoje as invejosas vão postar textões no Facebook sobre como a sociedade é injusta e impõe certos padrões de beleza e esperar ver quantas curtidas vai ter. É nisso que estamos nos tornando, meus caros amigos: escravos de curtidas. A propósito, curtam nossa página e nossas postagens no Facebook...

É legal notar a diferença gráfica nos dois consoles, mas perceber que ambas são muito bonitas. O Mega tem cenários muito mais detalhados e caprichados, assim como os sprites dos personagens na tela. Mas o Master System não fica atrás e apesar de alguns cenários só terem uma cor de fundo, todo o resto é muito bonito com um tom suave e bem leve. Os sprites também estão ótimos, principalmente do Mickey. E sinceramente prefiro a versão de 8-bits, pois mesmo com cenários mais caprichados, a versão de 16-bits às vezes parece carregada demais.

A jogabilidade é típica de jogos de plataforma: Mickey anda, pula e joga coisas nos inimigos. Mas ele ainda conta com uma arma especial: sua bunda! Sim, Mickey derrota os inimigos dando bundadas.
Ele pode atirar itens como maçãs na versão do Mega Drive, já na versão do Master ele não conta com essa habilidade, mas ele pode pegar itens do cenários como blocos e jogá-los. Mas a bundada está presente nas duas versões.
Mickey começa com três pontos de vida, mas que podem ser aumentados para até cinco.
A versão do Master System também leva vantagem na jogabilidade, pois no Drivo o jogo é um pouco lento o que pode irritar às vezes. Na versão do Master o jogo flui melhor e o personagem se movimenta mais levemente, apesar de ainda não ser tão veloz. O que resolveria esse problema seria um simples botão de correr...

Os níveis estão separados por portas, onde cada porta te leva pra um mundo diferente, sendo um total de cinco mundos. Na versão do Master System existe uma fase no castelo, antes de enfrentar a bruxa. No Mega Drive essa fase não existe; você vai direto pra luta contra ela depois de reunir todas as gemas.
Outra diferença entre as versões é que na versão do Drivo não dá pra escolher a porta que quer entrar, tendo que jogar na sequência determinada pelo jogo. Já na versão de Master é possível escolher qual fase quer jogar primeiro.
As fases da versão do Master System apresentam mais ramificações e caminhos pra seguir. No Mega Drive elas são mais lineares.

"Órgão excretor não reproduz, mas elimina os inimigos!"
(Foto: Levy Fidelix)

O jogo não é muito longo e nem muito difícil, principalmente os chefes que são bem fáceis de derrotar. Basta decorar o padrão de movimentos deles e você não perderá nem sequer uma vida nas lutas. Isso se deve pelo fato de ser um jogo da Disney e ter um público mais infantil como alvo.

No ano seguinte, o Game Gear recebeu um port do jogo, que é idêntico à versão do Master System.
E recentemente, em 2013, o jogo foi remasterizado e recebeu versões para PC, PS3 e Xbox 360 para deleite dos inúmeros fãs que puderam reviver esse clássico com gráficos repaginados.


NOTA FINAL: 7,5 (8,5 pra versão do Master System)
ENQUANTO SONIC NÃO CHEGAVA, MICKEY PREPAROU O TERRENO. ATÉ HOJE CASTLE OF ILLUSION É UM CLÁSSICO MUITO CULTUADO, SENDO UM POUQUINHO SUPERIOR NA VERSÃO DE 8-BITS, POR MAIS INCRÍVEL E CONTRADITÓRIO QUE ISSO POSSA PARECER!
Plataforma: ,


Comente com o Facebook: